16/10/2009

Um casamento Com Luxo e economia

Entrar na igreja e fazer uma festa gastando pouco, é necessario muita pesquisa e planejamento. Tenho algumas dicas para controlar os seus orçamentos. Começamos controlando a lista de convidados. Busque pelo simples . Prefira um bolo de casamento com decoração clean Ou alugue um cenográfico.Na hora de servir o bolo, pode-se optar por um mais simples,que já vem cortada da cozinha. A cobertura de pasta americana, troque por ganache ou merengue, mais gostosas e econômicas. Recheios de brigadeiro e doce de leite custam entre 15% e 30% menos que os de damasco, nozes e pistache Prefira guardanapos de pano ao invés dos de papel, e porta guardanapos de flores você mesma pode fazer. Compre um sapato/sandália que você possa utilizar em outras ocasiões Bom gosto e elegância fazem parte de um casamento economico. Hoje em dia a simplicidade deixa a cerimônia e a festa com um tom de elegância. Planejamento, procure os seus fornecedores antes do casamento, para negociar prazos. O horário do casamento é um fator importante, ele que vai determinar o seu estilo de roupa, a decoração e até mesmo o cardápio da festa. Em geral as cerimônias que são feitas durante o dia são mais economicas. Busque pelo simples e acerte na escolha da cozinheira. Por isso casar em épocas quentes é indicado também para a economia no casamento, ela combina com saladas, frutas, sucos e coquetéis, ingredientes que encontramos em qualquer feirinha. Economize na música. Contrate apenas um DJ, ele dará conta do recado tranquilamente para a cerimônia e a festa. Na escolha do seu vestido seja simples Invista na sua maquiagem e penteados e dispense os arranjos de cabeça Lembrancinhas e até a mesmo a Decoração podem ser feitos por amigos próximos ou parentes, economize nisso também. Prefira uma decoração clean. Flores somente as da estação Unanimidade entre os especialistas: flores da estação diminuem até 30% do valor investido em decoração. "Não adianta se casar no verão e querer tulipas, que são típicas do inverno Para impressionar sem torrar dinheiro, lance mão de flores tropicais como helicônia, alpínia e bastão-do-imperador. Com uma haste (3 reais) e um maço grande de murta (5 reais), dá para criar um arranjo. "Outras opções são a costela-de-adão e a dracena", sugere o florista Vic Meirelles. Vale abusar da gipsófila, chamada popularmente de "mosquitinho" (10 reais o maço). Fazem parte da industria dos casamentos Floristas, banqueteiros, cerimonialistas, DJs, fotógrafos… A designer Cris Armentano, especializada em convites, oferece um modelo que prescinde do envelope. "Basta dobrar e fechar com uma fitinha", diz. A cada 100 unidades, economizam-se trinta folhas de papel "Pus a mão na massa para economizar no meu casamento. Criei toda a identidade visual da festa, fiz a arte do convite, cozinhei e enrolei boa parte dos docinhos. Por fim, montei todas as lembrancinhas." Gisela Landi, 29 anos, designer. Casou-se em 30 de janeiro Hierarquia do preço do champanhe nos fornecedores: Dom Pérignon (560 reais a garrafa), Veuve Clicquot e Möet & Chandon (entre 150 e 200 reais). Usar somente bebida importada deixa o orçamento da festa pelo menos 20% mais caro. Existem boas alternativas entre os espumantes nacionais. A garrafa de Chandon sai por 40 reais. A de Salton, 25. Uma terceira opção seriam proseccos italianos, que custam a partir de 35 reais. Nem todo mundo quer abrir mão do champanhe. Nesse caso, pode-se investir em drinques que levam a bebida, como kir royal e bellini. Daí, servi-la pura somente na hora de cortar o bolo. Aproveite o mobiliário do local alugado, já incluso no valor pago pelo salão. A locação de mesas, cadeiras, pufes e bufês encarece entre 5% e 10% o orçamento Sim, é possível abrir mão da mesa de doces. E sem passar vergonha. Quem dá a dica é Carla Fiani, organizadora de casamentos estrelados como o da cantora Wanessa (ex-Camargo). "Aposte em opções mínis de creme brûlé, petit gâteau e profiteroles Personalizados, os noivinhos do bolo ficam uma graça. Custam 300 reais. Se tiver oportunidade, procure nas lojas uma duplinha já pronta, parecida com vocês. Assim fez a publicitária Cíntia Costa. "Paguei 50 reais", . Um bem-casados custa 2,10 reais a unidade. O outro, 2,60. Dá para notar a diferença? Apesar de o doce ser o mesmo, o material da embalagem diminui o custo. Um leva papel crepom e fita nacionais, por isso é a opção econômica. “Um excelente casamento, simples e elegante para 120 convidados, sai em média por R$ 50 mil”, afirma Samara Teixeira. “Mas esse valor é uma média, mesmo”, ressalta. Segundo ela, dependendo dos detalhes escolhidos pelos noivos, esse valor pode subir bastante, mas se o orçamento for menor, também é possível reduzir custos. “Eu já organizei uma festa com R$ 6 mil. A partir de R$ 10 mil dá para fazer uma boa festa. Os noivos me dizem quanto têm à disposição e ajustamos a festa a esse valor Há anos atrás, as noivas contavam com a ajuda das mães e madrinhas para organizar a cerimônia e a festa de casamento. Hoje é comum a presença da assessora na organização. Essa mudança é atribuída à falta de tempo das noivas de hoje, o que faz com que elas precisem de uma “mãozinha Ela acredita que uma assessoria tem mais poder de barganha com os fornecedores que os noivos. “Às vezes consigo baixar o preço do serviço, outras vezes consigo um serviço melhor pelo mesmo preço